"Um corpo sem alma é como um disco de vinil que não toca ..."

"O jornalista fere no peito o escritor. O escritor repele o jornalista, por esmagá-lo, por obrigá-lo a renascer quase sempre de um mesmo patamar. Feliz daquele que, nesse embate, consegue servir, e bem, aos seus dois senhores..."

Política. Música. Música. Vida. Rock. Cinema. Cultura.

segunda-feira, 17 de abril de 2006

Saudades de vc.

“Penso que pena que seja pouco, só penso em pensamento que pode te procurar de cá, de lá...” – Tom Zé.

De lá, de cá e donde mais houver possibilidades, sentidos, direções.
É assim mesmo sem querer.
Sem ver
Sem perceber

Quando vê! Já está lá.
E aí?
Aí pensa e pensa e pensa e pensa um pouco mais.
E volta ao qualquer coisa que estavas a fazer.

Mais tantas vezes.
Aí espera e põe pra fora.
Um telefonema talvez.
Paciência, planos e planos e uma pizza sabor paixão.

6 comentários:

Marco Aurélio disse...

Gabriel

Legal você ter citado O Tia Nastácia.Já toquei com o Maurinho e conheço o Podé. Sabe quem são?O Boatemática te espera novamente.Não demore!

Um abraço

Marco Aurélio

Gina Mardones disse...

sensível eu? Também me surpreendo em descobrir uma doce sensibilidade em você.

Silvia disse...

humm... q lindo!

_Maga disse...

Pizza sabor paixão. Genial!

Lindas palavras... saudades é sempre um bom tempo... nem sempre é uma boa dor...

Um grande abraço

§uzana disse...

gostei da visita, da sua lá e da minha aqui... quanto ao seu post, as vezes eu tb sinto q o q eu queria dizer alguém já disse, só q de outro jeito, daí eu comparo as versões dessa dor q todo mundo sente e q no final é sempre a mesma...
bjx

andré LR disse...

po mano falano em saudade ,, porra qdo agente vai se ve,,, q cuu nao sei mais o q é sair de casa ;/
abrax