"Um corpo sem alma é como um disco de vinil que não toca ..."

"O jornalista fere no peito o escritor. O escritor repele o jornalista, por esmagá-lo, por obrigá-lo a renascer quase sempre de um mesmo patamar. Feliz daquele que, nesse embate, consegue servir, e bem, aos seus dois senhores..."

Política. Música. Música. Vida. Rock. Cinema. Cultura.

quarta-feira, 4 de abril de 2007

Rapidinhas

Copiado descaradamente do blogue do Suzano, rapidinhas...

Guns ´n Roses: o disco "Apetitte for destruction" que aliás, tem uma belíssima ilustração na capa, é muito bom. É o álbum de estréia do Guns. Eu que tenho vários pré-conceitos sobre a banda e acho-a meia boca, gostei bastante. É, sem dúvidas, RoquenRoll. Altamente recomendável. E tem ainda tudo isso que eu não sabia.

O Retrato de Dorian Gray: comecei a ler essa semana o livro. E já na terceira página, a frase genial: "a beleza, a beleza verdadeira termina onde começa a expressão intelectual". Só reverências à obra de Oscar Wilde até agora.

Ag. Carta Maior: para quem não conhece foi o veículo que publicou (na íntegra) a carta-desabafo do ex-repórter de política da Globo, falando da eterna posição de direita da emissora. Não viu isso? E olha o que acabei de achar: "Marco Aurélio Mello, editor há quatro anos do principal jornal da emissora, foi demitido por seu trabalho “não ser mais compatível” com a empresa. Em outubro, ele foi um dos jornalistas que se recusou a subscrever o abaixo-assinado em defesa da cobertura da Globo das eleições presidenciais." (Chamem o médico urgente!)

Carta ao JC: consegui algumas publicações já na coluna que dá "voz" aos leitores do jornal local de Bauru. Mandei uma hoje, tinha o trecho: "Esse é o país que se reúne pelas suas causas. Junta todo mundo em torno da televisão para ver a final do BBB ou assistir à copa do mundo. E só, nada mais. O Brasil não tem mais voz para protestar. Primeiro mal sabemos das leis que nos protegem. Segundo, a comodidade é velha amiga..."

Entrevista FU: saiu esses dias a entrevista que fiz com o Pato FU. Acho que foi uma das mais legais que já realizei, sem querer puxar a sardinha...

Ó o que o John falou sobre como eles fazem as músicas: "É que uma coisa é gravar e outra coisa é tocar. Somos uma banda que grava muito separado e fazendo jam session na frente do computador. Depois que vamos gravar é que aprendemos a tocar. É um método meio bizarro, mas é assim que a gente faz..."


Ótimo feriado!

4 comentários:

Ana Carol disse...

Oi gabriel!!! td bom?!!!
Acho, e espero, estar de volta a esse mundo dos blogs.... heheh reativei o meu, mudei a cara mais uma vez. espero me dedicar mais porque estou precisano produzir! heheh passa la de vez enquando.. hehehe vo por seu link na lista tá?! bjao..
A propósito, me surpreende e, confesso, intimida essa sua sede pelo jornalismo... acredito plenamente no seu futuro! - comentário aleatório, mas sincero!-

Amanda Luz disse...

Concordo com todas as suas referencias! Exceto o cd do Guns que eu nao conheco (ok, pode dar a chibatada...). :-P

Essa foto do Pato Fu ta mto bacana, foi vc quem tirou tb?

_Maga disse...

Não curti essas rapidinhas não! Não porque não goste de noticias rápidas, mas porque cada assunto desses merece um post inteiro para si!!!!

Coicidencia! Li esse livro do Oscar Wilde mês passado e é realmente muito bom. Cheio de trechos interessantes!

Beiijos

SAMANTHA ABREU disse...

Adorei a idéias das 'Rapidinhas"..
êba! êba!

olha.. Dorian Gray é fantástico, e sultimente um 'cutucão' na gente.

Beijos!