"Um corpo sem alma é como um disco de vinil que não toca ..."

"O jornalista fere no peito o escritor. O escritor repele o jornalista, por esmagá-lo, por obrigá-lo a renascer quase sempre de um mesmo patamar. Feliz daquele que, nesse embate, consegue servir, e bem, aos seus dois senhores..."

Política. Música. Música. Vida. Rock. Cinema. Cultura.

quinta-feira, 29 de março de 2007

Infidelidade nos tempos modernos...

A Lívia visitou o blogue e fez um magnífico comentário no post "Toque vital a uma vida banal". Fui agradecer e dei com esta entrevista no blogue dela (é só um trecho)... É de uma antropóloga, Miriam Goldenberg, 50, autora do livro "Infiel"...

Mas, sinceramente, não é praticamente impossível ter um re­la­cionamento duradouro sem que haja infidelidade?
Por mais que a gente saiba disso ra­cionalmente, você deseja ser úni­ca e es­pecial e acredita que pode ser tudo isso para a pessoa que ama, o que é uma bai­ta ilusão romântica. Achamos que, quan­do encontramos alguém, ele vai es­quecer todo mun­do, o passado, as ou­tras pessoas e só olhar para a gente. Somos alimentadas por essa ilusão.

E também achamos que nunca vamos ter vontade de trair?
Se dividir não é algo trivial para uma mulher. Acho que o problema fundamental da traição feminina é que a mulher nunca está preparada para a divisão. E o homem é acostumado com isso desde criança. Para o homem, a traição é uma coisa normal. Ele sabe que pode amar uma e transar com outra. Para a mu­lher é sempre um drama, é: “Como eu posso ter desejo por ele se eu amo o meu marido, o que está acontecendo comigo?”, uma confusão.
E agora José?
Chamem o médico (urgente!)

7 comentários:

luma disse...

Gabriel, infidelidade para nós latinos é um assunto complicado. é imperativo o machismo também entre as mulheres. Mulher sente tesão por outro homem sim, mas dificilmente concretiza a vontade. O Homem só precisa de um empurrãozinho, isso é fato.
Perguntar não ofende: Se as mulheres não traem, com quem os homens traem suas mulheres?
Beijus

luma disse...

Ia me esquecendo; sobre a pergunta sobre os links, dê uma olhada quase no final da página do luz e depois entre no endereço - http://referer.org - endenderá depois de instalado aqui.
Beijus

Joey Potter disse...

Ixi. Complicadíssimo. Mas também aí está a prova: homens e mulheres estão, sim, a anos-luz de distância.

Carol F. disse...

Concordo com a Nat: complicadíssimo!

Gabriela disse...

Faz tempo que não passava aqui!

Bom, li bastante da Goldenberg pra minha pesquisa, e o que eu tenho a dizer é que realmente ela quebrou muito a cabeça nas relações de gênero. Não penso que é possível determinar tipos e padrões de comportamento relacionados à fidelidade.

Sem dizer que fidelidade também é um conceito variável de pessoa pra pessoa...

Ai, como ser humano é difícil! rs

;***

SAMANTHA ABREU disse...

fidelidade é um prato que se come frio!
ops!

rssrrsssss

Beijo

Daniel Nérso disse...

Não acho que seja tão natural pra homem trair assim. Vem da criação isso, e de experiências. Estatísticamente falando.. é mais "natural".. mas sei lá.. pra mim traição não é natural, mas como nunca fiz... não consigo argumentar mais.