"Um corpo sem alma é como um disco de vinil que não toca ..."

"O jornalista fere no peito o escritor. O escritor repele o jornalista, por esmagá-lo, por obrigá-lo a renascer quase sempre de um mesmo patamar. Feliz daquele que, nesse embate, consegue servir, e bem, aos seus dois senhores..."

Política. Música. Música. Vida. Rock. Cinema. Cultura.

quinta-feira, 18 de maio de 2006

E quem disse que o Brasil ficaria de fora?

Nós também temos terroristas, com direito a homem bomba e tudo mais. Também incendiamos ônibus, temos granadas e coquetéis molotovs explodindo pela lindíssima São Paulo. Há quem diga que tudo começou com a torcida do Curintha algum tempo atrás. Mas os homens bombas lá estão, sendo comandados pelos grandes líderes, assim como no Oriente; e dando ordens do interior de seus castelos, castelos estes com direito a televisão colorida e totalmente seguros, para que bandidos meia-boca levem o caos as ruas. “Eu ataco os policiais dentro de uma delegacia, mas eles não me atingem no presídeo” – diz Marcola, “o cara” do PCC.

E no MS, os presos destruíram todo um presídeo. Computadores, refeitórios, estoque de comida e o caralho foram pro pau. E no dia seguinte, o Exército foi chamado para fazer o rango dos presos. Dá-lhe Brasil dos 14 milhões passando fome. E tem gente querendo fazer com que re-contruções de cadeias e afins sejam pagas com patrimônio dos encarcerados. Nada mais justo. Alguma coisa nesse país tem que fazer os políticos trabalharem. Paulo Lins (escritor de Cidade de Deus - uma grande obra para entender como a estrutura do tráfico funciona) já nos alertava. Não deram ouvidos, agora os papéis estão invertidos: nós é que estamos presos em casa, enquanto algum cidadão-legal dispara contra alguma delegacia, algum banco, algum corpo, enfim...

6 comentários:

Silvia disse...

No meu comentário pra rádio, disse que o terrorismo tinha chegado ao Brasil... acharam exagero e me editaram...rsrs... mas existe outro nome pra classificar o que aconteceu? Bom saber que alguém compartilha da minha opinião! Abaixo a auto-censura e a cegueira jornalística!

Rodrigo Saturnino disse...

Também concordo com vc! Temos terroristas sim, e o que mais esses bandidos seriam meu Deus? Qdo alguém explode um ônibus no Iraque, trata-se de um ataque terrorista, qdo é no Brasil é rebelião?? Pra só muda o espaço geográfico. Abrs Gabriel, bão o texto. heheh.

carlos muzilli disse...

Gabriel,os caras são espertos: apostam na disputa bandido X policia e polícia X bandido, e para qualquer resultado do jogo os caras saem ganhando. Assistem a tudo tranquilamente no conforto do lar pelo home theater comendo caviar + as meninas do ultimo concurso miss Brasil. E sabe quem paga os ingressos? Jura que não sabe??? o crime é perfeito né? Abraços poéticos

Gabriel Ruiz disse...

Porra Carlos, mas seu blog não consegui acessar...

_Maga disse...

Bah... fizeste um ótimo retrado da realidade!... pena... dessa vez quisera eu que fosse ficção...

Beijos

Maiara disse...

Nossos políticos, em geral, são muito zen: zen vergonha nenhuma na cara!