"Um corpo sem alma é como um disco de vinil que não toca ..."

"O jornalista fere no peito o escritor. O escritor repele o jornalista, por esmagá-lo, por obrigá-lo a renascer quase sempre de um mesmo patamar. Feliz daquele que, nesse embate, consegue servir, e bem, aos seus dois senhores..."

Política. Música. Música. Vida. Rock. Cinema. Cultura.

terça-feira, 22 de maio de 2007

Na barriga?

Quando eu tinha uns 13, 14 anos entrava em casa e esbarrava minha mãe na sala ouvindo Beatles. Sem pensar já mandava, “Esse ié-ié-ié de novo? Que som chato!”


Hoje quando eu e mamãe estamos juntos, escutamos e gostamos de praticamente as mesmas bandas. Apresento grupos à ela, como Sun Walk & Dog Brothers, banda de blues de Ribeirão Preto, e empresto revistas. É que a Nice parou no tempo. No seu carro tem um toca-fitas ao invés de um tocador de discos prateados. Ela abomina CDs. E na estante, o que vcs acham que tem? Um aparelho de som destes tipo Casas Bahia? Nem. Lá há uma belíssima vitrola e um aparelho Gradiente, daqueles dazantiguíssimas. E vários vinis, dos bons. Muitos deles cresci ouvindo. O primeiro LP do Paul (McCartney) pós-Beatles, de 70; Creedence e os berros de J. Forget; a mosca na sopa de Raul (toca Raul!); Dire Straits (aquele disco que tem uma guitarra num céu de anil); Johnny Rivers! e muito Beatles.



O louco é que hoje ouço e gosto das mesmas coisas que meus pais. Inclusive, discuto com eles sobre. À grande Nice conto coisas que descubro acerca dos Fab Four e compro discos pra nós. E, ao grande Maurício (dono deste espermatozóide que vos fala), mostro algumas coisas e bem... aprendo com ele. O Know how a respeito de bandas desta brilhante época impressiona, é como um poço...

Em breve sai um post especial, inclusive com novidade no Podcast, sobre os 40 anos de vida do álbum Sargent Pepeer´s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles, lançado em 1 de junho de 67 – o ano das revoluções: Terra em Transe; Cem anos de Solidão; Invasão da USP pelos policiais da ditadura; a Guerra dos Seis Dias entre Israel X Egito, Síria e Jordânia; assassinato de Che na Bolívia.

Vc conhece esse o Sgt. Pepper´s? Será que ele saiu neste ano por acaso?

Um comentário:

_Maga disse...

Bah o próximo podcast promete!! Até arrepiei só de ler qta coisa boa aconteceu nesse ano!

Que gostoso isso, de trocar ideias com os pais, e ter um acervo em casa rs

A vitrola da minha casa estragou quando eu tinha uns dois anos e depois disso ficamos muito tempo com um rádio que só toca AM... Tinha um rádio muitoooo velho lá em casa até uns dois anos atrás, até que meu pai resolveu modernizar com um rádio que toca cd, rádio e mp3... Mas, sempre estavamos, como canta o Humberto: longe demais das capitais...

Ai o acesso que tivemos a música era sempre restrito...

De todo forma guardo boas lembranças do meu pai tocando violão e cantando para mim... (se possivel incutindo uma lição de moral na música... como "quem sabe faz a hora, não espera acontecer" rs)

Ah, o post dessa semana lá no blog também é sobre música!

beijos